Menu

Título

Operação Lava Jato terá abrangência nacional, afirma procurador

10 FEV 2017
10 de Fevereiro de 2017

O procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima afirmou, nesta quinta-feira (9), que a Operação Lava Jato passará a ter cada vez mais uma abrangência nacional, com as delações premiadas de executivos da construtora Odebrecht. 

 

Os acordos recentemente homologados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) são considerados os mais explosivos da Lava Jato por envolver políticos de vários partidos, aponta o procurador.  “Cada vez mais, a Lava Jato vai se tornar nacional. Não vamos ter só no Rio, Brasília ou São Paulo. Os fatos revelados pela empresa [Odebrecht] eles aconteceram em dezenas de estados, envolvendo dezenas e centenas de políticos. Esses estados, o Supremo vai decidir, vão receber esse material. E eu espero que nós tenhamos um modelo de Lava Jato em cada um desses locais.”

 

Carlos Fernando dos Santos Lima é um dos membros do Ministério Público que integra a força-tarefa da Operação Lava Jato. Ele se disse incomodado com as acusações de que o Ministério Público seria responsável por vazamentos de informações sigilosas.  "O Ministério Público tem interesse em investigar. E investigação normalmente não se faz a público. Então, para nós, é sempre um prejuízo qualquer tipo de vazamento. O que nós desejamos é investigar os fatos revelados nesta leniência e nestas colaborações", declarou.

Voltar

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Título

Tenha você também a sua rádio