OMS registra novo recorde de casos de coronavírus no mundo, com mais de 292 mil infecções em 24 horas

Brasil tem o maior número de mortes e casos desta sexta (31).

Em todo o mês de julho, a Organização registrou quatro recordes mundiais de infecções diárias.

Funcionários em roupas de proteção enterram três vítimas do novo coronavírus no cemitério de Vila Formosa, em São Paulo.

André Penner/AP O mundo registrou nesta sexta-feira (31) um novo recorde diário de novos casos de coronavírus, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em 24 horas, foram 292.527 casos e 6.812 mortes.

Brasil foi o que mais registrou casos e mortes. Nos últimos 14 dias, a OMS registrou quatro recordes diário de novos casos.

O último havia sido registrado na sexta-feira passada (24), quando houve 284.196 casos e 9.753 mortes em 24 horas.

Os outros foram no dia 23 (mais de 247 mil casos) e no dia 17 (mais de 237 mil casos). Veja cinco pontos importantes para entender a pandemia Índia 'Jovens não são invencíveis, podem se infectar, podem morrer', diz OMS sobre o aumento de casos da Covid-19 no grupo Novos surtos na Espanha suscitam temores de 2ª onda na Europa Os maiores registros seguem acontecendo nas Américas: Brasil (69.074 casos e 1.595 mortes) Estados Unidos (65.406 casos e 1.414 mortes) Índia (55.078 casos e 779 mortes) Colômbia (8.670 casos e 380 mortes) Desde o início da pandemia, cerca de seis meses atrás, o mundo registrou um total de 17.106.007 de casos e 668.910 mortes. 1 milhão de novos casos em 100 horas Outro recorde alcançado em julho foi em relação ao tempo recorde para o mundo registrar um milhão de novos casos: segundo uma contagem da agência de notícias Reuters, no dia 17, pela 1ª vez, houve um aumento de 1 milhão de casos em cerca de 100 horas.

Reino Unido culpa população por novo surto de Covid-19 e impõe medidas de emergência Fiocruz alerta para possível segunda onda de Covid-19 no Rio, no Ceará e no Maranhão O primeiro caso de contaminação pelo novo coronavírus, registrado como pneumonia de origem desconhecida, foi relatado na China em dezembro de 2019.

Para se atingir 1 milhão de casos de infecção foram preciso cerca de três meses. OMS relaciona novos surtos de Covid-19 na Europa com comportamento dos jovens Initial plugin text
Categoria:Ciência e Saúde